quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

Testemunho fotográfico da conferência de Gonçalo Gonçalves

Ao final da tarde de ontem, o Pavilhão Preto do Palácio Pimenta - Museu de Lisboa recebeu um público interessado e curioso para a conferência de Gonçalo Gonçalves. Aqui fica o testemunho.

Estão todos convidados para a próxima conferência, no dia 28 de Fevereiro, com Paulo Jorge Fernandes (IHC-FCSH/Universidade Nova).









quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

1.ª Conferência, a 16 de Janeiro de 2018


Apresentação do ciclo de conferências

No regresso às conferências, relembramos o texto de apresentação do ciclo.

Não se pode dizer que a investigação académica sobre Lisboa alguma vez tenha passado de moda, afirma-se um contínuo olhar sobre a cidade e descobre-se nela, no seu espaço e nas suas gentes, motivos para novos estudos todos os anos. A perspectiva deste ciclo de conferências é, por isso, a de renovar esse olhar apresentando e discutindo trabalhos, textos, projectos que têm Lisboa como cenário ou Lisboa como actriz. E são estas duas visões que enquadram os estudos que fazem parte deste ciclo de conferências: por um lado, caracterizar a vivência quotidiana, a sociabilidade e as dinâmicas culturais, sociais ou políticas daqueles que viveram ou passaram pela cidade; por outro lado, analisar o seu espaço físico, o seu pulsar urbano, as suas transformações. Estes dois olhares, porém, não os queremos fixos numa determinada época, antes os estendemos num arco de mais de dois séculos, procurando abarcar a História de Lisboa do século XVIII ao século XX. Queremos que sejam também histórias nunca antes contadas sobre Lisboa e os lisboetas, queremos apelar à imaginação dos que vierem assistir e queremos que venham debater connosco cada um dos temas propostos. 


segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

1.ª Conferência de 2018: Os riscos de ser o cais da europa: Lisboa e as redes internacionais de cooperação policial, c.1890-1940


Gonçalo Gonçalves vai apresentar a 1.ª Conferência de 2018 intitulada Os riscos de ser o cais da europa: Lisboa e as redes internacionais de cooperação policial, c.1890-1940 no próximo dia 16 de Janeiro, terça-feira, às 18h, no Museu de Lisboa - Palácio Pimenta, ao Campo Grande.
Estão todos convidados!

Resumo: Em 1942 o filme Casablanca deu contornos hollywoodescos a uma Lisboa como a porta de fuga da Europa em guerra. No entanto, a imagem de Lisboa como ponto de ligação entre a Europa e o resto do mundo, particularmente com as Américas, não surgiu somente da ‘guerra total’ em solo Europeu. Desde o fim do século XIX que a posição geográfica de Lisboa a transformou num lugar estratégico para as crescentes mobilidades globais. Promovida pela elite portuguesa como “cais da Europa”, a função de Lisboa como plataforma de circulação transnacional não era no entanto apenas uma fonte de virtudes. A tomada de consciência dos perigos para segurança pública que decorriam desta posição cristalizou-se rapidamente. A utilização de Lisboa como ponto de fuga para ‘criminosos internacionais’ ou a passagem pelo país de conhecidos anarquistas despertaram a atenção das autoridades policiais. A participação do país em redes internacionais de polícia deve então ser compreendida no contexto destas preocupações. Nesta comunicação iremos analisar a participação de Portugal nestas redes internacionais de polícia, colocando a hipótese de que, mais do que uma preocupação com questões internas, ter sido a posição do país nas correntes de circulação global o principal motivo a mediar a participação do Estado português nestas redes.

sexta-feira, 5 de janeiro de 2018

1.ª Conferência do II Ciclo

Com o início de 2018 chegam as prometidas novidades. O nosso ciclo vai renovar-se e partir para a II edição na sua nova casa: O Palácio Pimenta - Museu de Lisboa, ao Campo Grande.


A primeira conferência deste II Ciclo realizar-se-á no dia 16 de Janeiro, terça-feira,pelas 18h e será proferida pelo investigador Gonçalo Gonçalves (CIES - Instituto Universitário de Lisboa) e versará sobre Os riscos de ser o cais da europa: Lisboa e as redes internacionais de cooperação policial, c.1890-1940. Convidamos todos os interessados para a inauguração desta II temporada do Ciclo Novos Estudos e Novos Olhares sobre a cidade: Lisboa do Terramoto à Revolução de Abril.
Em breve publicaremos o calendário das restantes conferências.





quinta-feira, 21 de dezembro de 2017

Novidades para 2018

Em breve comunicaremos as novidades para o Ciclo de 2018, com mudança de local 
e também com novas conferências.
Entretanto, desejamos um Feliz Natal e um óptimo Ano Novo!



quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

10.ª Conferência com Maria Alice Samara






Aqui fica o testemunho fotográfico da última conferência do nosso ciclo de 2017, com a Doutora Maria Alice Samara (IHC-FCSH, Universidade Nova de Lisboa). Aproveitamos para agradecer aos presentes e à oradora por ter proporcionado uma tão interessante aprendizagem.

Mais novidades para 2018, em breve!