quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Fernando Vendrell, Fintar o destino (1997)

Fernando Vendrell, realizador de Fintar o Destino (1997), vai ser um dos nossos convidados da Mesa Redonda (17h) sobre Cabo Verde, para falar sobre a sua experiência com a cultura caboverdiana.


terça-feira, 19 de setembro de 2017

Próximas conferências

Relembramos o calendário para as próximas conferências e chamamos a atenção para uma pequena alteração em Outubro: a sessão liderada pelo investigador João Silva passou do dia 25 para o dia 30 de Outubro.
Contamos convosco!


11 de Outubro - Vítor Oliveira (Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto), A importância da cartografia histórica para os estudos de forma urbana: os casos de Lisboa e Porto.

30 de Outubro - João Silva (Instituto de Etnomusicologia - Centro de Estudos em Música e Dança (INET-md, FCSH-UNL), "O presságio d'alva como que tornou a cidade mais sonora": sons, espaços e vida quotidiana em Lisboa no final da Monarquia Constitucional.

22 de Novembro - Cecília Vaz (ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa, CIES-UL), Novas vivências na cidade? A boémia em Lisboa (1880-1929).

13 de Dezembro - Alice Samara (IHC-FCSH, Universidade NOVA de Lisboa), Lisboa, cidade de resistência.

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

Alteração no calendário das sessões

Por razões profissionais, o investigador Gonçalo Gonçalves (CIES - Instituto Universitário de Lisboa) não poderá assegurar a próxima sessão agendada para o dia 27 de Setembro, pelo que informamos do seu cancelamento.

Em alternativa, o investigador fará a apresentação da sua conferência Os riscos de ser o cais da europa: Lisboa e as redes internacionais de cooperação policial, c.1890-1940, já no calendário da 2.ª edição do nosso ciclo, no dia 17 de Janeiro de 2018.

Assim, a próxima sessão no nosso calendário passará a ser a do investigador Vítor Oliveira (Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto), A importância da cartografia histórica para os estudos de forma urbana: os casos de Lisboa e Porto, no próximo dia 11 de Outubro, quarta-feira, pelas 18h na sede da UACS.

sexta-feira, 1 de setembro de 2017

Próximas conferências

Setembro é o mês de todos os regressos, por isso voltamos nós também ao nosso ciclo de conferências sobre Lisboa. A próxima será no dia 27, mas relembramos o calendário que nos resta até ao final do ano.

27 de Setembro - Gonçalo Gonçalves (CIES - Instituto Universitário de Lisboa), Os riscos de ser o cais da europa: Lisboa e as redes internacionais de cooperação policial, c.1890-1940.

11 de Outubro - Vítor Oliveira (Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto), A importância da cartografia histórica para os estudos de forma urbana: os casos de Lisboa e Porto.

25 de Outubro - João Silva (Instituto de Etnomusicologia - Centro de Estudos em Música e Dança (INET-md, FCSH-UNL), "O presságio d'alva como que tornou a cidade mais sonora": sons, espaços e vida quotidiana em Lisboa no final da Monarquia Constitucional.

22 de Novembro - Cecília Vaz (ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa, CIES-UL), Novas vivências na cidade? A boémia em Lisboa (1880-1929).

13 de Dezembro - Alice Samara (IHC-FCSH, Universidade NOVA de Lisboa), Lisboa, cidade de resistência.

domingo, 16 de julho de 2017

6.ª Conferência por Paulo Alexandre Alves

Como vai sendo hábito, deixamos aqui o testemunho fotográfica da última conferência, desta vez sobre o mercado livreiro lisboeta do final do século XIX. Muito obrigado ao conferencista e aos que se juntaram a nós para ouvi-lo nesta tarde quente de Julho. Voltamos a 27 de Setembro! Até lá!










sexta-feira, 7 de julho de 2017

Uma cidade culturalmente fervilhante? O comércio de livros no final da Lisboa Oitocentista (1890-1910)

Aqui fica um resumo da conferência do próximo dia 12 de Julho, pelo investigador Paulo Alexandre Alves, às 18h, na sede da UACS, como habitual.



Resumo: Frequentemente, ao se falar do poder da palavra impressa na formação da opinião pública no final século XIX português, a temática chamada à colação em primeira linha é a das publicações periódicas. Contudo, paralela e complementar a este havia também uma interessante produção e distribuição de livros que possuía circuitos e idiossincrasias próprios, resultantes dos diversos atores que influem na produção de uma obra escrita deste teor. Esta comunicação, que resulta de uma tese de mestrado com igual tema, pretende explorar este complexo mundo do universo livreiro enquanto produto cultural a partir da temática do espaço e dos autores, usando como ângulo de análise a temática do livro religioso.

6.ª Conferência: Uma cidade culturalmente fervilhante? O comércio de livros no final da Lisboa Oitocentista (1890-1910)

Será já no próximo dia 12 de Julho a conferência que fecha o período lectivo do nosso Ciclo: Uma cidade culturalmente fervilhante? O comércio de livros no final da Lisboa Oitocentista (1890-1910), pelo investigador Paulo Alexandre Alves (IHC-FCSH, Universidade NOVA de Lisboa). Estão todos convidados!

Voltaremos em Setembro, no dia 27 com a conferência: , Os riscos de ser o “cais da europa”: Lisboa e as redes internacionais de cooperação policial, c.1890-1940, por Gonçalo Gonçalves (CIES - Instituto Universitário de Lisboa), sempre na última quarta-feira de cada mês.






Instituições Organizadoras

Instituições Organizadoras